quarta-feira, 13 de maio de 2015

Guia Pratico de Villa-Lobos:O Gráfico Planisférico de Villa-Lobos







                                                                                                                                        Ricardo Simões

Outro dia me lembrei de um material criado por Villa-Lobos para o Guia Pratico de 1939. Trata-se de um gráfico chamado “Gráfico Planisférico Etnológico da Origem da Música no Brasil” onde Villa faz uma relação da influencia de diversos povos na formação da musica brasileira. Este mapa me  impressionava visualmente pela profusão de linhas e setas indicativas, legendas e números  explicativos.


O exemplar foi comprado na loja do sr. Oscar Arany, que ficava na av. Graça Aranha, com a mesada que eu ganhava de meu pai à época. - O sr. Oscar Arany era muito simpático comigo que, invariavelmente aparecia em sua loja com o violino a tira colo após as aulas que eu tinha com o prof. Oscar Borguerth na UFRJ lá pelos idos de 1974 quando eu tinha 19 anos. Uma vez, ao chegar a  sua loja para folhear partituras o sr. Arany me perguntou como era a minha leitura musical, ao que  respondi que achava que era boa...ele me pediu então para ler uma música (não me lembro qual era)  depois pediu para ler mais uma, depois disso ele me perguntou se eu gostaria de tocar na Orquestra de Câmera de Niterói sob a regência de Roberto Ricardo Duarte, e que ele tocava violoncelo lá. Claro  que fui e passei a fazer parte da OCN até minha ida para os EUA um ano depois. -


 Bem, voltando ao Guia Pratico. Este livrinho me acompanha desde aquele tempo e sobreviveu àqueles empréstimos que nunca retornam, ensinei e cantei muitas destas musicas para meus filhos e agora para os netinhos. Alguns anos atrás fiz diversos arranjos para algumas das canções com a formação do Sexteto Místico de Villa-Lobos ( Flauta, Oboé, Saxofone Alto, Violão, Celesta e Harpa) na EMM-SP (Escola Municipal de Música de São Paulo) quando na ocasião aproveitamos para reformar a antiga Celesta que lá se encontra. Os arranjos para vozes juvenis foram ensaiadas pela prfª Alcione Ribeiro. O “Gráfico Planisférico Etnológico da Origem da Música no Brasil” não fez parte da edição lançada em 2009 pela academia...o que é uma pena pois é de imenso valor artístico e para entendermos também como Villa pensava e via a formação da musica brasileira a partir de influencias das mais distantes... Foi com grata surpresa que cheguei a minha casa em Cunha-SP e vi que as paginas ainda estavam no Guia Pratico (eu Guia Pratico de Villa-Lobos achava que poderia tê-las perdido por ocasião de fazer cópias). Assim, partilho este material que será com certeza de grande interesse. Gostaria aqui de dizer que havia um Villa-Lobos bastante excêntrico, é só acessarmos algumas imagens dele quando estava desenvolvendo estudos com a manossolfa para reger coros gigantescos como os de 1940 com 40.000 crianças no estádio do Vasco da Gama. Quanto ao Gráfico é interessante notar (e no Guia Pratico de 2009 há esta informação) os “Sincretismos”, do Ameríndio com o Português, do Ameríndio com o espanhol do Ameríndio com o francês e holandês, e do negro com índio e com portugueses etc...


Desenho de Castro Filho. Guia Prático, 1941.





Nenhum comentário:

Postar um comentário